Excelência Operacional Hospitalar

Quando se fala em Excelência Operacional, imediatamente vem à mente uma Industria com toda a complexidade inerente da cadeia Logística e Produtiva.

Porém todo o conhecimento acumulado em décadas pela Manufatura é totalmente aplicável na área da saúde na Gestão de Hospitais quando se busca Maximizar os Resultados, a Satisfação dos Pacientes e Familiares, a Redução de Custos e a Segurança e Qualidade dos Serviços.

Podemos classificar a Excelência Operacional Hospitalar em 4 Dimensões:

excelencia op hospitalar

Qualidade Assegurada:

É aqui que se elabora e se fiscaliza todos os Padrões, Procedimentos e Protocolos

É o legislativo da organização e os departamentos são os executivos.

Pode-se desenvolver internamente um Sistema Integrado da Qualidade ou buscar uma Certificação de órgãos como a ISO; Joint Commission International (JCI), etc.

Segurança dos Pacientes e Familiares e Auditoria dos Processos aplicados são exemplos importantes das atividades da Qualidade Assegurada.

Melhoria Contínua

Aqui acontece a busca constante da “Zero” Perda e Desperdício e como consequência a maximização da rentabilidade.

Todos os processos do Hospital devem ser levantados em todos os seus detalhes usando VSM (Value Stream Mapping) na busca dos Gargalos e na sincronização de toda a cadeia hospitalar.

A Gestão dos Indicadores é definida bem como os rituais para acompanhamento e correção dos desvios.

KPI’s como Giro de Leitos, Giro de Salas Cirúrgicas, Fluxo de Pacientes e Tempo médio de Permanência são exemplos dos indicadores utilizados.

As ferramentas para análise e correção dos problemas são padronizadas e a busca do aumento da capacidade sem investimentos em ativos é maximizada.

Segurança, Higiene e Meio Ambiente

A Segurança e a Saúde do trabalho dos Colaboradores dos hospitais são asseguradas através do Sistema da Segurança que segue à risca tanto a legislação como a Política Interna definida pela direção do Hospital.

Os elementos de uma Gestão de Excelência tambem são aplicados aqui como Programas de Prevenção, Gestão à Vista, KPI’s em linha com a estratégia do Hospital, Capacitação e Treinamento, etc.

Os descartes tóxicos e perigosos bem como o uso Sustentável dos recursos utilizados na operação são geridos por essa dimensão da Excelência Operacional.

Logistica, Hotelaria e Gestão de Suprimentos

A Cadeia Logistica de um Hospital é bastante complexa e uma gestão eficiente é fundamental para a busca da Excelência em Custos e Serviços.

Gestão dos Estoques da Farmácia Clínica, Negociações e licitações, Lavanderia e compras de todos os Insumos e Materiais exigem a integração destas atividades e a correta sincronização das demandas dos Pacientes e Familiares.

Enfim, a Gestão Hospitalar é tão complexa quanto a de uma grande Industria e a Excelência Operacional é a busca constante da organização, tanto para gerar a Satisfação dos Pacientes como tambem tornar a operação rentável com o correto equilíbrio entre o Custo e o Benefício

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *